Latas de alumínio: Brasil é o maior reciclador do mundo



Há 30 anos no Brasil, as latinhas de alumínio conquistaram o gosto do público de bebidas e hoje é a embalagem com o maior índice de reciclagem, representando, no Brasil, aproximadamente 98% do total produzido.

Alguns motivos para que as latinhas tenham caído no gosto dos consumidores são: proporcionar uma bebida com uma concentração de gás maior que as embalagens pet; facilidade no armazenamento, e; resfriamento rápido do produto antes do consumo.

Mesmo assim, a principal vantagem ainda é o cuidado com o planeta. As latinhas de alumínio na reciclagem geram uma economia de energia de 95%, bastando apenas 5% da energia gasta para se produzir a embalagem pela primeira vez. Com isso, evita-se a extração de bauxita, minério que dá origem ao alumínio.

Para se ter uma ideia, o processo de reaproveitamento é responsável por uma economia considerável de energia elétrica. Estima-se que a reciclagem de apenas uma lata de alumínio economiza energia suficiente para manter uma televisão, por exemplo, ligada por três horas.

Atualmente o Guaraná Mineiro possui versões dos seus produtos em latas de 269ml e 350ml (variando produto/sabor). Confira na aba produtos.